terça-feira, 20 de março de 2012

MAIS RIMAS CHINFRAS

 


Foi um fiasco
Querer te ter
Sob o casco
Do meu querer...

Logo eu, uma égua,
Selvagem que sou,
A sonhar com léguas
Que quisera abater...

Se não há caminho
Se é tudo percurso vão
Sigo, sombra sem ninho
Buscando, de outro sonho,
Novo não.

3 comentários:

  1. Eita danado. Ainda há poesia na rima.

    ResponderExcluir
  2. Poiseis Animalis! Esses 'poemetos'.
    Lembrei-me de F. Gullar quando diz que ela "relincha
    diante do Palãcio da Alvorada".

    ResponderExcluir